Gerenciamento de Seringais

Relação de trabalho entre o produtor rural e a empresa onde são maximizados os lucros provenientes da operação de Explotação (sangria + estimulação) do seringal.
  • Preservação do Painel de Sangria – Patrimônio do Produtor Rural.
  • Avaliações de Qualidade de Sangria.
  • Realização de Treinamentos de Mão-de-Obra.
  • Busca de Eficiência do Sangrador – Sangrias Possíveis x Sangrias Realizadas.
  • Controle de Freqüência de Sangria.
  • Remuneração com base na Qualidade da Sangria e na Quantidade de Borracha Produzida.

O trabalho de sangria representa aproximadamente 90% do custo de produção de um seringal adulto.
Várias dúvidas surgem no momento de iniciar a exploração comercial do seringal; tais como:
  • Quantos dias por ano devo “sangrar” meu seringal?
  • Há necessidade de recuperação de sangria?
  • Quantas plantas o sangrador “sangra” por dia?
  • D3, D4, D... Qual o “melhor”?
  • Sangrador trabalha em parceria ou registrado?
  • Avalia-se a qualidade do trabalho do sangrador?
  • Remunera-se pela qualidade?

Não existe uma única resposta correta. O que existe é a escolha mais adaptada as condições de cada propriedade e seu proprietário.


A SERINGUEIRA.COM.BR acredita no produtor rural como um propulsor do bem estar social.
Através de sua atividade focada na Cultura da Seringueira, auxilia o produtor rural a cumprir o seu papel social, por meio da geração de empregos, possibilitando a fixação do homem no campo, aumentando a renda familiar dos trabalhadores e também o sucesso financeiro da empresa rural.
Rua Tiradentes, 1389 - Monte Aprazível | São Paulo | (17) 3275-1929 | contato@seringueira.com.br